Natal/RN é destaque no jornal O Globo como um destino das emoções.

Matéria traz detalhes sobre parapente, stand up paddle, kitesurf e mergulhos em alto mar

foto-02

Natal sempre foi considerada um destino ideal para as famílias. Praias tranqüilas, povo hospitaleiro e riqueza gastronômica, no entanto, a jornalista Isabel Araújo, do jornal “O Globo” do Rio de Janeiro, que veio à Natal por convite da Prefeitura de Natal, resolveu buscar uma nova vertente e encontrou na Cidade do Sol, um novo tipo de turismo: o de aventura ou radical.

Na matéria, intitulada “Kitesurfe, mergulho e outras atividades ‘com emoção’ em Natal”, Araújo descreve as inúmeras possibilidades de aventura para aqueles que estão fugindo da tranqüilidade. “Não são apenas as praias com águas mornas e cristalinas e as dunas brancas que convidam o visitante a se aventurar, com emoção, na capital potiguar. Natal, quase na esquina do continente, tem atributos naturais suficientes para cativar vários tipos de turistas, entre eles os amantes de esportes aquáticos. Sua posição geográfica é uma vantagem. A cidade está no ponto exato onde o vento faz a curva, criando boas condições para a prática de determinados esportes à beira-mar. Se para uns, a brisa constante que sopra refresca o corpo, para os amantes da adrenalina esses ventos impulsionam os esportes de aventura”, descreve a jornalista em seu texto.

“Há muita emoção além dos buggies brincando de montanha-russa sobre as dunas. Desde o ano passado, os esportes aquáticos contrastam como a calmaria do mar e alteram a paisagem. O stand up paddle no mar de Ponta Negra e o kitesurfe nas praias do Forte, da Redinha e de Pirangi, complementam a oferta”, narra Isabel em seu texto.

A jornalista que passou 04 dias na Cidade do Sol teve a oportunidade de entrevistar e conhecer de perto a prática de Stand Up Paddle, na praia de Ponta Negra; o kitesurf, na Praia do Forte e Praia do Meio; mergulho no Batente das Agulhas, a 20 km da costa de Natal; os famosos mergulhos em Maracajaú; além dos já consagrados “passeios com emoção” nas dunas de Genipabu.

A publicação do jornal carioca também destaca que Natal virou um canteiro de obras para a Copa do Mundo e também a construção da marina na Via Costeira, que é uma parceria da Prefeitura de Natal e de um grupo francês.

Para ler a matéria completa, acesse o link: http://goo.gl/Rdr1ys

Compartilhar: